Educação

Justiça determina que Professores de Novo Gama retornem às escolas

Paralisação nas escolas municipais já dura mais de 70 dias

O Sindicato dos Professores de Novo Gama foi condenado a pagar multa por não cumprir o acordo judicial que garantiria a volta às aulas na rede municipal de Educação. É a segunda vez que a classe é penalizada pela justiça.

Para tentar amenizar a situação, a Prefeitura de Novo Gama se viu obrigada a tomar medidas de emergência e está realizando a contratação de professores temporários para garantir a retomada das aulas.

“Diante da situação de impasse com o Sindicato dos Professores de Novo Gama e das inúmeras tentativas de acordo, sem sucesso, foi necessário tomar medidas em defesa da educação. Apelamos para que o Sindicato dos Professores de Novo Gama (SINPRO-NG) tenha seriedade e respeite nossos alunos, que são os mais prejudicados nessa greve,” diz a nota divulgada pela prefeitura.

A situação atual, levou a justiça a condenar o Sindicato dos professores a pagar pela segunda vez multa de 20 mil Reais por não cumprir a sentença que exigia que durante a greve pelo menos 50% dos professores concursados estivessem em sala de aula.

A situação teve início quando a prefeitura decidiu reduzir a carga horária dos professores, diminuindo seu tempo em sala de aula. Segundo o Sindicato, tal ação reduz o contato do professor com o aluno e fere o direito adquirido dos professores em relação à jornada ampliada, praticada em todas as cidades do Entorno.

Ainda segundo o Sindicato, a greve será mantida.

Categorias:Educação, Novo Gama

Marcado como:,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.